top of page
  • Foto do escritorEllen Pretel

Verdade e compromisso: a jornada de 14 anos da Verity com Alexandro Barsi, Fundador

Atualizado: 13 de mai.

Fundar uma empresa no Brasil é um desafio que exige planejamento e preparação. Só no último ano (2023) mais de 3 milhões de empresas começaram a funcionar, segundo dados do Mapa de Empresas do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. No entanto, também em 2023, mais de 1,6 milhão de empresas foram fechadas, destacando a competitividade do mercado e a importância de um planejamento estratégico, gestão eficaz e a capacidade de adaptação para alcançar o sucesso. Ao considerarmos o mercado de tecnologia também podemos acrescentar desafios relacionados à concorrência de grandes players e a efervescência das mudanças do segmento.


O que então é capaz de promover o sucesso de uma empresa neste mercado e condições? A resposta não é única, mas conseguimos encontrar excelentes indícios logo no início de nossa conversa com Alexandro Barsi, fundador e CEO da Verity.  


“Eu fui sócio de uma consultoria e trabalhei antes em uma grande empresa, onde eu era diretor de negócios da divisão de bancos e seguradoras. Ali eu senti uma grande dificuldade em relação ao compromisso de entrega com o cliente”, nos conta Alexandro.  

Compromisso com a entrega foi a dor que motivou a criação de sua empresa. E ele explica um pouco sobre esse contexto ao comparar empresas orientadas à venda. “O foco apenas na venda não se sustenta, você acaba batendo metas comerciais, mas seu cliente fica com um projeto que nunca será totalmente entregue”. E quando estamos falando do mercado de tecnologia isso pode significar a perda de milhões.  



Eu era meu próprio agente de transformação 


O CEO revela que o nome de sua empresa surgiu durante uma conversa com uma amiga, profissional de Marketing “ela me disse que eu estava tentando criar uma empresa que levasse a verdade”. Surge então o nome Verity para materializar de vez a transformação que Barsi enxergava como urgente no mercado - “meu princípio, aquilo me movia”.   


O fato é que bastou um único cliente que acreditasse nessa verdade para que a Verity iniciasse a transformação. Não foi simples, tampouco romântico, mas houve aposta, oportunidade e muito trabalho.  


A essa altura o fundador já tinha entendido que suas competências comerciais e de relacionamento com o cliente fariam a diferença, mas que era essencial ter outra pessoa ao seu lado com bastante conhecimento técnico ao ponto de conseguir dimensionar exatamente os projetos e a capacidade de entregá-los. Vera Tavares, atual CTO da Verity, é então convidada para se tornar sócia e, desde então tem sido referência na entrega de resultados ao longo da última década à frente da empresa. 

Ah! E aquele primeiro cliente segue até hoje na carteira da Verity, mesmo com inúmeras mudanças na composição de sua liderança ao longo dos anos.     

“Fizemos uma dobradinha imbatível”, comemora Alexandro! 

Vivemos em um mundo ágil


Neste mercado as mudanças acontecem a todo momento e novas tendências surgem como verdades definitivas. A empresa evoluiu ao longo dos anos e ampliou seu escopo de atuação: de desenvolvimento de softwares e assessments ao uso de metodologias ágeis, passando recentemente a oferecer toda estratégia de experiência do usuário.  

“Eu quero que cada vez mais clientes enxerguem a Verity como alternativa aos grandes players do mercado”, diz Alexandro.

É uma jornada inteira ajudando empresas a se modernizarem para serem melhores e acelerarem para continuarem a evoluir.    

Ação e atitude coragem

  Uma empresa de pessoas altamente capacitadas e corajosas e que sabe o que quer fazer. Assim o fundador define a Verity ao longo de seus 14 anos de história.

Relembrar essa história é sempre uma oportunidade “é que a gente resgata o nosso passado, aquilo que a gente é de verdade: nossa pedra filosofal...”.    E qual é essa verdade? “Fazer o melhor e o que é certo sempre”, responde nosso entrevistado.   


150 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page